Parece que a Bimby faz tudo não é? Então também pode ter feito o meu blog, juntei umas ideias doidas, recordações, amigos e ficou assim...

04
Nov 08

Mandaram-me um mail, do qual retirei esta parte:

 

"- De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas (com cores bonitas!), em tinta à base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.

- Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas 'à prova de crianças', ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas.

- Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes.

- Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags, viajar á frente era um bónus...

- Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem.

- Comíamos batatas fritas, pão com manteiga (a sério) e bebíamos gasosa com açúcar, mas nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora.

- Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso.

- Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos de montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado aprendíamos.

- Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer.

- Estávamos totalmente incontactáveis e ninguém se importava com isso.

- Não tínhamos Play Station, X Box.

- Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis, computadores, DVD, Chat na Internet.

- Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua.

- Jogávamos ao elástico e à barra, e a bola até doía!

- Caíamos das árvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem processos em tribunal.

- Havia lutas com punhos mas sem sermos processados.

- Batíamos ás portas de vizinhos e fugíamos, e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados.

- Íamos a pé para casa dos amigos.

- Acreditem ou não, íamos a pé para a escola; Não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem.

- Criávamos jogos com paus e bolas.

- Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem. Eles estavam do lado da lei.

 

Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre. Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas. Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo."


Orgulho-me de pertencer a esta geração maravilha!

 

E eram tempos felizes quando...

... andava de bicicleta sem travões a altas velocidades que me deixaram com cicatrizes nos cotovelos e joelhos até hoje.

- Quando entornei um frasco de diluente pela cabeça abaixo e ia ficando cega.

- Quando cortei o lábio ao meu irmão com uma tesoura cheia de ferrugem.

- Quando comi coisas que ninguém se lembra de comer (e se fosse hoje em dia faziam me logo uma lavagem ao estômago).

- Quando apanhava caixas cheias de gafanhotos.

- Quando saía para a escola sem mochila e ao chegar lá apercebia-me e tinha de voltar a casa para ir buscá-la.

- Quando fazia pontes com tábuas podres, espetava os pés em pregos velhos e caía em cima das hortigas (tudo no mesmo momento e por esta ordem).

- Quando andava de galochas (não porque era moda, mas porque ia até à horta do avô brincar e saía de lá com lama até às orelhas).

- Quando o meu avô me comprava aqueles magnum de cone gigantes que custavam 300$.

 

E tantas outras coisas...

publicado por alentejana* às 10:27
sinto-me: velhota

comentários:
Duas coisas:
1) Em que medida é que 86 é princípio dos anos 80. Lamento miguxa, mas tu já não pertences à geração referida, apesar de teres tido uma infância com todos os germes a que temos direito.
2) Espero que tivesses a vacina do tétano em dia. Odeio pessoas que não têm a vacina do tétano em dia (diz ela com o braço dorido)
a 4 de Novembro de 2008 às 11:26

TM:
1) Miguxa? Vou te mandar internar. Claro que pertenço à geração, disfarça! 80, 86 é praticamente a mesma coisa!

2) Ai tenho uma dorzinha por causa de uma pica, mas pelo menos estou livre de mais umas doenças :)
alentejana* a 4 de Novembro de 2008 às 11:48

Epa adorei este post!

Não somos velhas mas as coisas evoluiram tanto nos últimos tempos que até parece que o nosso tempo já foi há muito.

Eu lembro-me de andar com uma bicicleta que tinha sido da minha irmã (14 anos mais velha que eu), toda enferrujada e sem travões e que muito sangue do nariz, das mãos e dos joelhos me fez deitar.

Lembro-me de ir a casa da avó de uma amiga minha no meio da serra e depois de andar pendurada nas árvores, ao descer o monte cair de cú mesmo em cima de uma bosta, lolol (nunca mais me esqueço disto)

Lembro-me de adoptarmos gatos e cães, de construirmos cabanas à beira daquela coisa à qual chamam ribeira, de sermos muitos a acampar no prédio duma amiga com direito a tenda e tudo.

Lembro-me de ir para a escola e voltar a pé, de todos juntos no mesmo prédio brincarmos às escolas com quadro, flautas e cadernos.

Lembro-me de brincar de tarde e,nas férias, também à noite (22h30/23h em casa) ao toca e foge (coitados dos vizinhos que ouviam as campainhas sempre a tocar) ao macaquinho do chinês, mamã dá licença, ao mata, à tampinha, escondidas, etc e tal.

Lembro-me de criar uma loja no meu prédio para vender coisas que já não queria e o mais fantástico é que os vizinhos por acharem piada compravam lolol.

E lembro-me de tantas outras coisas que tenho muita pena que as crianças de agora não façam.
Eu sinto que tive infância ;)

Obrigada por me fazeres lembrar estes momentos dos quais tenho tantas saudades.
Bjocas
Veroshka a 4 de Novembro de 2008 às 11:31

Assim está bem! Que belo comentário, não ligues aos da TM. Ela quer arruinar-me! A mim e à minha carreira de "bloguista" (palavra que não existe, mas que é gira).

Obrigada! Se gostaste entao vai lá ver este blog Coisas do antigamente
alentejana* a 4 de Novembro de 2008 às 11:54

Aí tão lá todos: o topogigo, o tim tim (tive um biquini do tim tim que adorava), o poupas e o monstro das bolachas, as tartarugas ninja, o inspector gadget (era o macgyver dos desenhos animados) e o meu querido vitinho que eu tanto gostava de ver.
Já para não falar no "Dartacão, Dartacão
Correndo grandes perigos
Dartacão, Dartacão
Perseguem os bandidos
Dartacão, Dartacão
E os três moscãoteiros longe
Vão chegar..."

Vou ali chorar um cadinho e já volto, puseste-me nostálgica.

QUERO VOLTAR A SER CRIANÇA!
Veroshka a 4 de Novembro de 2008 às 12:06

boas!

conheço isso de algum lado.. lol!

e sim, também me orgulho.. apesar de já não ser bem a 100%..

belo blog,sim senhora..! ganhaste um leitor..!

beijinhos!
lcdnunes a 4 de Novembro de 2008 às 17:56

Olá!

Obrigada pelo mail e pelos comentários, sobretudo o que defende que nós também somos dessa geração, um facto científico ajuda sempre!

Vai passando por cá, não prometo é que os posts sejam grande coisa lol

Beijinhos
alentejana* a 5 de Novembro de 2008 às 10:30

já agora, em defesa da ideia do post..

segundo grandes pensadores no âmbito da Sociologia (a Ciência que interessa neste campo), uma década começa no ano "zero", mas os comportamentos não são assim tão lineares.. ou seja, 86 é uma altura em que é possível dizer que os "anos 80" estavam no inicio de todo o seu esplendor.. ou o seu auge, se preferirem.

Sou adepto dos 70's.. mas foi nos 80's que nasci.. devo grande parte da minha personalidade aos mesmos.. e felizmente essa moda de extremos terminou (aqueles penteados e roupas- especialmente femininas- eram demais.. lolololololol! aconselho reverem alguns videos de casamentos/baptizados dessa época e divirtam-se a gozar com a figura da vossa própria família..!)

cumprimentos..! =)


el-Nunes!
lcdnunes a 4 de Novembro de 2008 às 18:02

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
27
29

30


mais sobre mim
pesquisar